• Por Brasileirinho

O Conhecimentista

Estamos num vazio de História. O Mundo se tornou um caldeirão de complexidades e perdemos o contato com o simples. O óbvio é visto: a Idade Média foi conduzida pela terra, a Moderna pelo capital e entramos na Idade do Conhecimento onde seu elemento é o conhecimento. A questão é que a atual conjuntura não consegue elevar o conhecimento como um novo agente de História.


A confusão é geral. As ruas estão cheias de reivindicações, mas não vê-se alguém a levantar a bandeira do conhecimento. Falta-nos uma liderança, um personagem capaz de nos retirar dos ditos do século 19. As questões operárias, camponesas, burguesas continuam mas necessitam serem vistas por um novo ângulo. Principalmente o de que numa Era do Conhecimento o trabalho é antecedido pelo conteúdo. Sem geração de conteúdo não há trabalho nem desenvolvimento econômico.


Entendamos que a História é lenta. Fazer História para 7 bilhões de pessoas exige segurança. A diferença é que vivemos uma mudança de época. Entretanto, a sociedade está atrasada a respeito do significado da geração de conteúdo. Os seus partidos políticos se omitem, a população não é esclarecida. Dramatizar os conflitos entre o capital e o trabalho ocupa todo o espaço da mídia. O resultado é que as pessoas vão para as ruas e não levantam um slogan a respeito da dinâmica do conhecimento.


Um novo personagem precisa acontecer. O extraordinário de nossa época é que o nosso contato com o natural é antecedido por um banco de dados. Não mais vivemos sob o período manufatureiro da Revolução Industrial. O novo cenário é o de apontar no natural a partir dos imaginários que propomos. A partir de símbolos é que geramos os eventos que conduzem a época. Precisamos de um personagem a expressar as conseqüências deste mundo simbólico.


A geração atual é desafiada a ser capaz de fazer essa mudança de época. A fazer a História pisar neste novo chão. O novo rebento a despertar é o conhecimentista. A sua origem não sai de dentro da floresta, vem da folha de papel em branco. Esse é o seu território. O de cultivar a folha em branco e plantar a árvore do conhecimento. Dali retirar teorias, tecnologias, empregos capazes de conduzir a civilização.


28 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Aonde está a Academia?

O Brasil é um conjunto de pequenos cérebros pedindo a serem alimentados. Seres no desejo de participar da Era do Conhecimento. Esperando que o vento do destino os leve a conhecer as equações que nos a

Primavera do Conhecimento

Estamos em tempos de mudança. Quando milhares de pessoas vão as ruas devido a um ensejo tomar contas de suas mentes. No entanto, o primeiro passo para mudar o sistema está em entendê-lo. Olhar para a

lncc-2.jpg

Ligue para: (24) 2231-3549 ou 2237-0625

Primeira Lei de Newton: Inércia - Brasil Escola

LEI DA INÉRCIA (Primeira Lei de Newton) - AULA 2 DINÂMICA - Prof. Marcelo Boaro

Me Salva! DIN02 - Dinâmica - Segunda Lei de Newton

2ª LEI DE NEWTON (Princípio fundamental da Dinâmica) - DINÂMICA - AULA 3 - Prof. Marcelo Boaro

Física - Leis de Newton: Conceito de força

Aula 71 Conceito de Força

Sistema Internacional de Unidades (SI) - Brasil Escola

Notação Científica, Sistema Internacional(SI) e Ordem de Grandeza - Prof. Boaro

Me Salva! DIN03 - Dinâmica - Terceira Lei de Newton - Ação e Reação

Leis de Newton: Terceira Lei de Newton -- Lei da Ação e Reação | Vídeo Aulas de Física Online